Temer extingue 20% das Farmácias Populares

uiyg

O corte de 20% no programa acontece em um contexto de severo ajuste fiscal imposto pelo governo Michel Temer e do primeiro ano de vigência do teto de gastos.

Sem anúncio ou explicação, o Ministério da Saúde cortou 20% das farmácias populares em todo o país. Com essa medida, o número de estabelecimentos credenciados no programa “Aqui tem Farmácia Popular” retrocedeu em meia década, voltando ao patamar de 2012. Das 34.616 Farmácias Populares em dezembro de 2016, 6.317 unidades foram fechadas até o início de março, reduzindo a rede à 28.299 pontos. Os dados estão disponíveis no Portal Dados Abertos criado pelo Ministério do Planejamento.

O corte de 20% no programa acontece em um contexto de severo ajuste fiscal imposto pelo governo Michel Temer e do primeiro ano de vigência do teto de gastos estabelecido pela PEC55 em dezembro de 2016.

O preocupante é analisar que com esse corte, para o ano de 2018 o programa só terá no máximo o acréscimo da inflação e assim sucessivamente nos anos subsequentes, impondo para 2036 o temerário cenário de oferecer à população a mesma rede que havia em 2012.

O programa “Farmácia Popular” foi criado em 2006 para complementar acesso aos medicamentos que são oferecidos no SUS, disponibilizando medicamentos gratuitos ou com grandes descontos, especialmente para hipertensão, diabetes e asma dentre outros medicamentos. Em 10 anos, 38 milhões de pessoas foram atendidas.

Fonte: Alerta Social

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s