PROCURADORES SUSPEITAM DE AÇÃO DE TEMER E LOURES EM FAVOR DE EMPRESA PORTUÁRIA

208145,475,80,0,0,475,365,0,0,0,0

Decreto sobre concessão de áreas portuária interessaria à Rodrimar, segundo matéria do G1. Assessoria de Temer negou irregularidades.

Procuradores suspeitam de ação combinada entre o presidente Michel Temer e o deputado afastado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) para favorecer a empresa portuária Rodrimar. Segundo matéria publicada pelo G1, um decreto sobre concessão de áreas portuária interessaria à empresa.

O nome da Rodrimar surgiu nas investigações feitas a partir da delação da JBS, dos irmãos Joesley e Wesley Batista, na Operação Lava Jato. A Rodrimar é especializada em comércio exterior e atua no setor de portos, com base em Santos, São Paulo.

De acordo com o G1, uma conversa gravada entre o presidente e o deputado afastado levantou suspeita sobre o decreto 8.049 para o setor de portos. O texto permite que as concessões para exploração de portos sejam prorrogadas por mais 35 anos, até o limite de 70 anos, sem licitação.

Os procuradores acreditam que a empresa Rodrimar, alvo de busca e apreensão na operação Patmos, pode ter sido beneficiada. A Rodrimar tem duas concessões em Santos. O G1 procurou a assessoria de Temer, que negou irregularidades. Já a empresa negou ter sido procurada para pagar propina.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s