‘PROVAS’ DE PALOCCI PODEM COMPLICAR REDE GLOBO EM DELAÇÃO PREMIADA

150029452089790

‘Provas’ de Palocci podem complicar Rede Globo em delação premiada

Ex-ministro do governo Lula pode apresentar anexos que envolvem a maior emissora do país, se confirmado um acordo de colaboração premiada.

O ex-ministro da Fazenda do governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Antônio Palocci, encontra-se preso nas dependências da Polícia Federal, no Paraná, através de prisão preventiva, cuja determinação foi ordenada pelo juiz federal Sérgio Moro, titular da Operação Lava Jato, a partir da 13ª Vara Criminal da Justiça Federal de Curitiba. A situação do ex-ministro petista poderia se complicar ainda mais perante a Justiça, se ele não tentasse a implementação de um acordo de colaboração premiada junto à força-tarefa de investigação da Operação #Lava Jato.

Entretanto, após ter sido condenado pelo juiz Sérgio Moro, a partir da primeira instância, a mais de 12 anos de prisão por lavagem de dinheiro e crimes relativos à #Corrupção, Palocci resolveu deflagrar as tratativas para que pudesse selar um acordo de colaboração premiada.

‘Provas’ contra a Rede Globo

Durante as negociações para a implementação do acordo de delação premiada, Palocci prometeu entregar anexos ou documentação, que pode culminar num envolvimento direto das Organizações Globo em problemas relativos às questões fiscais da maior emissora do país, já que, estando prestes a fechar o acordo, o ex-ministro poderia apresentar provas sobre a situação fiscal e tributária da emissora de Roberto Marinho.

Outro fator que pode contribuir para que seja realmente “fechado” o acordo de colaboração do ex-ministro é a sustentação de que seu sucessor no Ministério da Fazenda da ex-presidente Dilma Rousseff, Guido Mantega, chegou a constituir uma espécie de “central de vendas de informações”, relacionadas ao setor financeiro, durante as administrações dos governos petistas de Lula e Dilma.

A sede para que essas atividades ilícitas fossem concretizadas é o local onde está o Ministério da Fazenda, na Avenida Paulista, em São Paulo.

Palocci foi ainda mais longe ao revelar que Guido Mantega estaria implicado em um provável esquema de informações privilegiadas. De acordo com as afirmações de Antônio Palocci, nas suas tratativas para o acordo de colaboração premiada, Mantega teria atuado de modo que antecipasse dados refentes a juros, além de interesses por parte de bancos, em relação à edição de medidas provisórias, sendo que tudo se concretizaria, a partir de troca de apoio ao PT.

Ex-ministro Mantega se defende

O ex-ministro petista Guido Mantega se manifestou, por meio de sua defesa, a respeito das acusações do ex-ministro Antônio Palocci. Segundo os defensores de Mantega, causa “muita estranheza” a informação de que Palocci pretenda envolvê-lo em um suposto esquema criminoso, com base na sua relação com bancos ou entidades financeiras, a partir de um acordo de delação premiada. #TV Globo

Vídeo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s