Desembargador do TRF-4 fez doação eleitoral de R$ 60 a Paulo Pimenta em 2006

30nov2017---paulo-pimenta-durante-depoimento-do-ex-advogado-da-odebrecht-rodrigo-tacla-duran-na-cpi-da-jbs-em-brasilia-df-1518137170900_615x300

O desembargador Rogério Favreto, que aceitou o pedido de liberdade para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) neste domingo (8), fez doação eleitoral no valor de R$ 60 ao deputado Paulo Pimenta (PT-RS), um dos petistas que fez a solicitação. O repasse, de 2006, consta nas prestações de contas do site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
A decisão de Favreto já foi revertida por seus colegas do Tribunal Regional Federal da 4ª Região. O presidente da corte, Carlos Eduardo Thompson Flores, afirmou que a palavra final cabe ao também desembargador João Pedro Gebran Neto, relator do caso do triplex, que manteve Lula preso.
Antes de ser desembargador, Favreto foi filiado ao PT e ocupou cargos na gestão de Tarso Genro à frente da Prefeitura de Porto Alegre e nos dois governos Lula. O hoje magistrado se desfiliou em 2010 e foi nomeado para o TRF-4 no ano seguinte.
Em 2006, Paulo Pimenta se reelegeu na Câmara. Ele está atualmente em sua quarta legislatura seguida.
Estadão