Eleições 2018: Bolsonaro votou com colete à prova de balas em Vila Militar

csm_bolso_naro_f48aade81c

O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) votou na manhã deste domingo vestindo um colete à prova de balas. Diferente do primeiro turno, o esquema de segurança na Vila Militar, em Deodoro, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, foi reforçado.

Eleitores, até mesmo crianças, foram revistados ao entrar na escola. Na porta da seção do candidato, quatro guardas do exército, seis agentes da polícia federal e um cão farejador faziam a segurança.

Bolsonaro saiu por trás da escola, escoltado por mais cinco carros. Guardas do Exército fizeram um cordão humano que isolou a imprensa de perto do candidato.

De manhã, antes da chegada do candidato, a Polícia Federal fez uma varredura no colégio com cães farejadores.

A vizinhança do condomínio onde mora Bolsonaro, na Barra da Tijuca, também teve reforço na segurança. Agentes da Polícia Militar colocaram grades de ferro para isolar a entrada do residencial e dos prédios ao lado. O clima no local é de “já ganhou”.

 VEJA.com