PF cumpre mandados em duas operações da ‘Lava Jato’ e prende ex-deputado Cândido Vaccarezza

6c036a31-4938-4e7e-9a81-def10eee01c4

A Polícia Federal (PF) cumpre nesta sexta-feira (18) mandados das fases 43 e 44 da Operação “Lava Jato”. De forma inédita, as duas etapas da investigação foram deflagradas simultaneamente. O ex-deputado Cândido Vaccarezza, alvo de mandado de prisão expedido pelo juiz federal Sérgio Moro, foi detido em São Paulo.

Agentes cumprem 46 ordens judiciais – seis prisões temporárias, 29 buscas e apreensões e 11 conduções coercitivas. As operações desta sexta foram denominadas Sem fronteiras e Abate. A investigação mira desvios de contratos de navios da Petrobras.

“Na Operação Sem Fronteiras é investigada a relação espúria entre executivos da Petrobras e grupo de armadores estrangeiros para obtenção de informações privilegiadas e favorecimento na obtenção de contratos milionários com a empresa brasileira” informa a PF.

Na Operação Abate, a ação visa desarticular grupo criminoso que era apadrinhado por um ex-deputado federal, cuja influência era utilizada para a obtenção de contratos da Petrobras com empresa estrangeira, diz a nota da PF.

Nesta relação criminosa, segundo a PF, recursos foram direcionados para pagamentos indevidos a executivos da estatal e agentes públicos e políticos, além do próprio ex-parlamentar.