PF ENCONTRA DEPÓSITO GIGANTE DE DINHEIRO VIVO — BUNKER DA CORRUPÇÃO

0059aecb1a9500a62289

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira 5 a Operação Tesouro Perdido, terceira fase da Operação Cui Bono, que investiga desvios na Caixa Econômica Federal, e encontrou uma enorme quantidade de dinheiro vivo em um apartamento de Salvador que, segundo a PF, pode ter ligação com o ex-ministro Geddel Vieira Lima. Não foi divulgado o valor total do dinheiro apreendido no local. O dinheiro será transportado para um banco para contagem e armazenamento. O endereço foi encontrado com informações obtidas na Operação Cui Bono, que prendeu Geddel no início de julho. A PF também informou que a operação deflagrada nesta terça-feira cumpriu mandado de busca e apreensão emitido pela 10ª Vara Federal de Brasília.

Além de Geddel e Cunha, são investigados na operação o ex-presidente da Caixa, Fábio Cleto, e o operador Lucio Funaro, que recentemente firmou acordo de colaboração premiada com a Procuradoria Geral da República.