José Dirceu deve 100 000 reais de IPTU de casa em bairro nobre paulistano

AAzECJ6.img

Desde que foi preso na Operação Lava-Jato, em agosto de 2015, o ex-ministro José Dirceu deixou de pagar o IPTU de uma casa de 501 metros quadrados na Avenida República do Líbano, avaliada em 6 milhões de reais.
A dívida, cobrada judicialmente pela prefeitura, já supera os 100 000 reais.
“Meu cliente ficou completamente sem renda, impossibilitado de quitar o IPTU, e resolvemos alugar o imóvel”, afirma Aroldo Filho, advogado de Dirceu, que foi solto no último dia 26.
Em janeiro de 2017, o empresário Marcelo Ogata se tornou inquilino do político, por 6 000 reais mensais mais os impostos e as taxas. Mas Ogata nunca pagou as contas e hoje encara uma ação de despejo. Procurado, ele não retornou as ligações.
A encrenca não termina aí: em abril, o juiz Sergio Moro levou o imóvel a leilão para quitar dívidas de Dirceu com a Lava-Jato, com lance mínimo de 6 milhões de reais. Não houve interessados. Ocorrerá um novo pregão, ainda sem data.
Veja São Paulo

Anúncios