Por 35 votos a 14, vereadores abrem impeachment contra Crivella

9C3EDCF8-5820-11E9-88C3-02BBEBDD1092

A Câmara Municipal do Rio de Janeiro aprovou, nesta terça-feira 2, a abertura de um processo de impeachment contra o prefeito Marcelo Crivella (PRB). O pedido é baseado em supostos crimes de responsabilidade fiscal, relativos à renovação de contratos de publicidade irregulares.

Há seis meses, o impeachment do prefeito havia sido rejeitado por 28 votos a 14. Dessa vez, Crivella teve só catorze votos em sua defesa — 35 vereadores votaram a favor. O processo é aberto por maioria simples.

A comissão formada pelos vereadores Willian Coelho (MDB), Luiz Carlos Filho (PODE) e Paulo Messina (PROS) terá 90 dias para analisar o caso. Enquanto isso, Crivella permanecerá no cargo.

Carta Capital

 

Anúncios